fbpx

Tire a língua para fora

Estamos habituados a que nos digam o contrário (“Põe a língua para dentro, já! Que coisa feia, falta de educação”). Mas em Inglês, mais do que permitido, é mesmo necessário. Em alguns casos, é obrigatório.

A combinação “th” na maioria das palavras em Inglês está associada a um fonema (som) um pouco estranho para os nativos da lusofonia, pois é sentido como não natural e, muitas vezes, interpretado como falar a “thopinha de matha”.

É que não é “fe”, não é “se” e também não é “te”. É “th” e, na sua utilização mais comum, representa-se por θ.

A má notícia é que este é um dos fonemas mais comuns na Língua Inglesa. A muito má notícia é que não há outra forma de produzir este som a não ser com a língua para fora, presa entre os dentes.

A boa notícia é que é possível treinar a emissão desse som (depois de ultrapassar o preconceito de tirar a língua de fora e deixar de se preocupar com os “perdigotos”).

Sendo um tema que representa um problema para muitos não-nativos, queremos voltar a ele e explorar um pouco mais. Ainda assim, lançamos já um primeiro desafio, em forma de exercício para praticar:

  1. Coloque-se diante do espelho
  2. Ponha a língua para fora e prenda-a entre os dentes enquanto solta ar para fora
  3. Diga devagarThirty Three Thousand Thoughts”, marcando o início de cada palavra
  4. Aumente a velocidade e o volume, enquanto repete várias vezes
  5. Faça todos os dias, como rotina matinal

Talvez tenhamos exagerado no rigor do exercício (hum…), mas se se sentir cansado, descanse um pouco entre as repetições. O importante é começar, estamos cá todos para apoiar. E não se esqueça do 1º Mandamento.

Deixar comentário