Orgulho

pride

pride (praɪd)
noun.

1. a sense of one’s own proper dignity or value; self-respect.
2. pleasure or satisfaction taken in an achievement, possession or association
3. arrogant or disdainful conduct or treatment; haughtiness.
4. an excessively high opinion of oneself; conceit.

 

or·gu·lho

Orgulho é um pecado ou uma virtude?

Se és religios@, é provável que a tua resposta seja “um pecado”. E está tudo bem. Mas se estás apenas a estudar a Língua e queres entender a palavra para aumentar o teu vocabulário, pode não ser assim tão fácil como parece à primeira vista.

O TEA completou 7 anos. Sete é um número tão especial, com tanta magia gravitando ao seu redor, que inspirou numerosos significados ao longo do tempo: sete dias da semana, sete anões, sete mares, sete maravilhas, sete pecados capitais – só para citar alguns. Eu gosto particularmente de me debruçar sobre este último, como o meu whisper anterior me fez relembrar.

Muitas fontes referem o orgulho como um dos sete pecados capitais, contrariado pela “humildade”, o seu oposto em virtude. Porém, prefiro acreditar que orgulho e humildade podem coexistir dentro do mesmo ser. Seja como pecados ou virtudes, mas não necessariamente como antónimos.

“Orgulho” é uma palavra de duplo sentido, como qualquer dicionário online mostra, oscilando entre um lado negativo e um lado positivo. Mas se for para ser pecado, então este é o meu favorito dos sete.

O TEA completou 7 anos num dos anos mais desafiantes de sempre e o meu orgulho não podia ser maior. Orgulho no TEA, em mim, em nós. Sinto-me descaradamente orgulhosa por todos os nossos professores rebeldes que tentam fazer a mudança no ensino de Línguas. Sou descaradamente orgulhosa de todos os nossos parceiros e fornecedores, pequenas grandes empresas. E estou descaradamente orgulhosa dos nossos alunos, e das grandes coisas que conquistam. Tenho orgulho nas centenas de affairs que tivemos, nos milhares de chás que bebemos juntos, em todas as ligações humanas que criámos. E tenho orgulho em ti, por estares sempre aí, a apoiar e a torcer por nós.

E, como se tudo isso não fosse suficiente para tanto orgulho, lançámos o nosso novo site esta semana. Numa espécie de “back to basics”, num momento em que o mundo clama por mudança, num mês em que orgulho é palavra de ordem. Isto significa muito para mim.

Orgulho é um pecado ou uma virtude? Não dá realmente para dizer, pois não?

Mas se viver o teu orgulho não impede que outros vivam o seu, talvez estejas a fazer o certo. Melhor ainda, se vives o teu orgulho como celebração pelos outros viverem o seu, então estás certamente a vivê-lo bem. E eu tenho (duplo) orgulho em ti.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Recentes

Do you wander or wonder?

wan·der (wŏn′dər) verb. 1. to move or travel about without any definite purpose or destination

Awkward

awk·ward (ôk′wərd, ˈɔːkwəd) adjective. 1. lacking skill,

Fierce

fierce (fɪərs) adjective. 1. having a violent and hostile nature;

Orgulho

pride (praɪd) noun. 1. a sense of one’s own proper dignity or value; self-respect.

Siga-nos no Facebok

Whispers TEA

Todas as semanas uma palavra nova, numa mensagem nossa, como um sussurro ao ouvido.

Subscreve a nossa newsletter